EDUCAR
Home  

 
 
 
 
 
 
 
 
     
  Ônibus elétricos sem fios começam a rodar na Corei  
 
Os primeiros ônibus elétricos sem fios estão saindo dos laboratórios na Coreia do Sul.

Depois de testados no campus do Instituto KAIST, os ônibus ganharam uma "estrada eletrificada" para rodar por um trecho de 24 quilômetros, transportando passageiros na cidade de Gumi.

A grande novidade é que os ônibus elétricos não precisam parar para recarregar suas baterias - a energia elétrica é suprida continuamente pelo ar, por meio de um campo magnético criado por cabos instalados sob o asfalto.

A tecnologia, batizada de OLEV (On-line Electric Vehicle), também já está sendo testada em trens elétricos sem fios.

Cada OLEV - serão dois nesta fase dos testes - receberá cerca de 100 kW (136 HP) a uma frequência de 20 kHz. Segundo os engenheiros do KAIST, a eficiência na transmissão da energia da estrada eletrificada para os ônibus é de 85%.

Para manter as baterias dos ônibus elétricos sem fios carregadas não é preciso colocar cabos na estrada toda - é suficiente fornecer energia entre 5% e 15% do percurso, dependendo das paradas e das inclinações da via.

Estrada semi-eletrificada

A transmissão da eletricidade sem fios emprega uma técnica chamada SMFIR - Shaped Magnetic Field in Resonance, campo magnético formatado em ressonância, em tradução livre.

Cabos enterrados sob o asfalto criam um campo magnético que é captado por bobinas instaladas na base dos OLEVs. As bobinas convertem esses campos magnéticos em eletricidade.

Um sistema de sensores detecta a passagem dos ônibus, só então energizando os cabos, evitando o desperdício de energia e a indução dos campos magnéticos sob os carros comuns. Mesmo assim, os campos magnéticos gerados ficam dentro das normas internacionais para a saúde humana (62,5 mG).
 
A Alemanha também já apresentou o seu ônibus elétrico, que também dispensa os trilhos e os cabos dos trólebus, mas ainda depende do sistema tradicional de recarga das baterias.
Error converting image (create thumbnail). The file "/home/japerirj/public_html/educar/imagens/img noticias/onibus_eletrico.jpg" is invalid.
  http://www.tecnologi  
     
  Estudante de 17 anos cria sistema de busca.  
 

O estudante Nicholas Schiefer, de 17 anos, venceu a feira de ciências "Intel Foundation Young Scientist", que premia jovens cientistas. Ele ganhou na categoria "Ciências da Computação" por criar um algoritmo de buscas mais aprimorado que o Google. Esse sistema pode ser usado no futuro para criar um novo buscador ou para aprimorar o atual gigante da internet.

Schiefer explicou ao Wall Street Journal que os mecanismos de buscas atuais de sites e redes sociais (como o Facebook Em português Ouro No ranking semanal e o Twitter Bronze No ranking semanal) exibem resultados limitados e usam palavras-chaves que não tem relação com o que os usuários realmente querem. Por exemplo, se você procura por "jogo" na internet querendo encontrar algum game, vai encontrar vários sites sobre jogos de tabuleiro, cartas e apostas. O novo algoritmo promete mudar isso.

O jovem agora disse que pretende aprimorar esse novo sistema e deixá-lo mais rápido e prático. Ele não comentou quando deseja colocar o sistema disponível aos internautas

  Superdownloads  
     
  Governo Federal terá fórum para discutir inclusão  
  Com o propósito de construir uma política nacional para nortear todas as ações de inclusão digital promovidas e apoiadas pelo Governo Federal, o Ministério das Comunicações realizou, nesta quinta-feira, um encontro que contou com a participação de representantes de mais de 20 órgãos do governo que desenvolvem ações de inclusão digital. As iniciativas são muito variadas e vão desde projetos de educação a distância e doação de computadores, até a construção de telecentros em hospitais psiquiátricos.

No debate, foi definida a criação de um fórum de discussão sobre o tema, que deverá ser subdividido em subgrupos temáticos. Cada subgrupo deverá ficar responsável por um assunto, tal como infraestrutura, formação, inclusão de jovens, inclusão da zona rural, entre outros. 

  MC  
     
  Lançamento do Fórum  
 

O lançamento oficial do II Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica está marcado para o dia 29 de novembro, no Centrosul, em Florianópolis. A cerimônia será realizada às 16 horas e contará com a presença do secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Pacheco, além de autoridades locais, estaduais e nacionais. No mesmo dia, será realizada a reunião do Comitê Organizador (CO) do Fórum, que possui, atualmente, cerca de 80 entidades.


A cerimônia de lançamento do Fórum marcará a abertura das inscrições para participantes e atividades autogestionadas. As inscrições serão gratuitas e feitas no próprio site do evento. A expectativa é que 10 mil pessoas participem do evento, que será realizado de 28 de maio a 1º de junho de 2012 na capital.


O secretário do MEC, Eliezer Pacheco, destaca a importância da realização do evento. “O Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica em sua 2° edição é um momento privilegiado de reunião de especialistas, professores, técnicos e estudantes onde se busca trocar experiências e debater os rumos e a importância da educação profissional e tecnológica”, ressalta.

  2sitefmept.ifsc.edu.  
     
  Fórum Mundial de Educação  
  O Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica (FMEPT) é um fórum temático do Fórum Mundial de Educação (FME), um movimento pela cidadania e pelo direito universal à educação. A primeira edição do FMEPT foi realizada em 2009, em Brasília. Para a segunda edição, a cidade de Florianópolis – capital do estado de Santa Catarina - foi escolhida para sediar o evento, que acontece de 28 de maio a 1º de junho de 2012.
  2sitefmept.ifsc.edu.br  
     
  Informática nas escolas  
 

Para capacitar os profissionais da rede publica que trabalham nos laboratórios de informática implantados nas escolas municipais, a secretaria de Educação e Cultura (SEMEC) está oferecemdo três cursos na área de informática. Os cursos terão a participação de cerca de 250 profissionais. As aulas de Educação Digital começaram em março. No mês de junho aconteceu o curso de Elaboração de Projetos e, até o final do ano, será ministrado o curso de extensão profissional Formação para Novas Tecnologias de Informática. 
Cada curso oferecerá 240 vagas e terá duração de cerca de três meses. A carga horária dos cursos será dividida em presencial e à distância (por computador). As aulas presenciais acontecerão nos turnos manhã e tarde, uma vez por semana, na Escola Municipal Bernardino de Melo, que fica na Estrada Santo Antônio, nº 2, centro do distrito de Engenheiro Pedreira.

  SEMEC  
     
     
     
     
     
     

 
 
 
 
 
   
  Sobre o educar  |  Acesse educar.com  |  Blog  |  Desenvolvedores  |  Central de segurança  |  Privacidade  |  Termos de uso  |  Publicidade  |  Ajuda
© VG Solutions - Todos os direitos reservados - valdirgolfetto@ig.com.br